Produção recorde em MG

Fonte: assessoria de comunicação Faemg

Pela primeira vez, a safra de grãos em Minas Gerais atingiu 14,2 milhões de toneladas, superando as 11,7 milhões de toneladas da última safra, 21% a mais, segundo o IBGE.  O milho foi a cultura com melhor desempenho, representando mais da metade da safra recorde de grãos: 7,65 milhões de toneladas; na última safra foram 5,8 milhões de toneladas, diferença de 31%. Em seguida, veio a soja, com 5 milhões de toneladas contra 4,7 milhões da última safra; 6,32% a mais. Segundo o analista de agronegócios da FAEMG, Caio Coimbra, “o crescimento da soja se deve à grande liquidez do produto e à demanda crescente do mercado externo, principalmente da China”. Em terceiro lugar, apareceu o feijão, com 545 mil toneladas; na última safra foram 522 toneladas, 4,3% a mais. “O bom desempenho do feijão é resultado dos preços praticados no ano passado, o que incentivou os produtores a investir mais na cultura”, explica Caio. O trigo ocupou o quarto lugar, com 231,3 mil toneladas; na última safra foram 219,4 mil toneladas; produção 5,42% maior.

Comentário

Supervisor de pesquisa do IBGE, Humberto Augusto: “A constante melhoria técnica, o melhoramento genético e as boas condições climáticas no ano safra 2016/2017 foram os fatores que contribuíram para esse desempenho. A consequência direta do bom resultado dos grãos é o aumento da competitividade de vários setores da cadeia do agronegócio mineiro”.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezessete + oito =